Portal dos livros

Resolvi montar um blog sobre livros que eu já li...eles mudaram minha vida silenciosamente!!

Desde pequena sempre fui fã de livros, mas só quando completei 37 anos e fui estudar Teatro, me deparei com eles novamente e vi que a leitura foi ESSENCIAL na minha vida.

Quando leio entro no mundo da imaginação e muitos deles me fazem pensar e repensar a minha vida...
A MAIORIA dos livros são : ficção, fantasia , mágia, esoterismo, misticismo, suspense e História ahhh muita História!!!!
HOJE?? Somos inseparáveis !!!
EU LEIO UM LIVRO POR MÊS...

Pra mim muitos deles são mágicos e eternos!!!







quarta-feira, 16 de março de 2011

LIVROS de LOBSANG RAMPA


Eu começei a ler LOBSANG RAMPA adolescente ! Li quase todos, tenho os livros até hoje...já os reli e sei que numa idade futura vou precisar deles novamente!

LEIAM, vcs encontrarão em qualquer SEBO os livros dele, super baratos, pois são muito
ANTIGOS !
Lobsang Rampa é conhecido no MUNDO INTEIRO !!!

Lobsang Rampa escreveu mais de 20 livros versando sobre diversos temas, tais como clarividência e viagem astral, política internacional, budismo esotérico e contatos com o Yéti, entre outros. Os mais importantes títulos de sua bibliografia são: A Terceira Visão, Entre os Monges do Tibet, A Caverna dos Antigos, O Manto Amarelo, A Décima Terceira Vela, Você e a Eternidade, A Sabedoria dos Lamas etc. Morreu em Calgary, no Canadá, em 25 de janeiro de 1981.

A Terceira Visão (The Third Eye, 1956)Numa narrativa entremeada por detalhes sobre a vida no Tibete - os costumes e rituais populares que resiste á ocupação chinesa -, ele descreve sua experiência mística e os dons paranormais despertados após sua iniciação religiosa, aos 7 anos de idade, até sua partida de Lhasa, em 1927.

Minha Visita a Vênus (My Visit to Venus, 1957)Pela primeira vez editado no Brasil em 2009.
Relata sua abdução á outro planeta.

O Médico de Lhasa (Doctor from Lhasa, 1959)No livro, o autor afirmava ter nascido em Lhasa, capital do Tibete, onde recebeu o preparo para tornar-se sacerdote-cirurgião, sob as bênçãos do XIII Dalai Lama. Ainda jovem, sofreu uma operação especial para a abertura do seu "terceiro olho", que lhe deu poderes de clarividência. Anos mais tarde, após uma série de livros publicados, estudantes tibetanos da Inglaterra divulgaram a "descoberta" da verdadeira identidade de Rampa: Cyril Henry Hoskins, um pesquisador das ciências ocultas nascido em Devon, na Inglaterra. Questionado, Cyril declarou que seu corpo fora tomado pelo espírito de Rampa e que todas as informações contidas eram absolutamente verdadeiras. Polêmicas à parte, é evidente o conhecimento que o autor demonstra sobre os temas abordados em suas obras. Em "O Médico de Lhasa", continuação de sua autobiografia, Lobsang Rampa narra sua fantástica aprendizagem na arte de curar, suas experiências e descobertas na China ocidental e suas aventuras na Segunda Guerra Mundial, quando caiu nas mãos dos japoneses e conseguiu sobreviver às torturas afligidas por seus inimigos.

Entre os Monges do Tibete (The Rampa Story, 1960)A Caverna dos Antigos (Cave of the Ancients, 1963)
O jovem Rampa narra sua visita acompanhado de seus mestres a uma caverna onde estão guardados diversos objetos que pertenceram a uma civilização antiga desaparecida.

Minha Vida com o Lama (Living with the Lama, 1964)Uma parte da biografia de Rampa, narrada por sua gata de estimação, com a qual ele dizia poder comunicar-se.

Você e a Eternidade (You Forever, 1965)Curso intensivo de Metafísica, que originalmente seria lançado em vários fascículos, mas por questões práticas, acabou sendo lançado como livro mesmo. Nele, Lobsang Rampa passa ensinamentos e exercícios para a realização de viagens astrais, bem como explana sobre a Aura e o Etérico, além de técnicas de respiração e iniciação à pratica da Ioga.

A Sabedoria dos Lamas (Wisdom of the Ancients, 1965)Trata-se de um dicionário sobre assuntos relacionados ao ocultismo.

O Manto Amarelo (The Saffron Robe, 1966)
Capítulos da Vida (Chapters of Life, 1967)
Além do 1o Decimo (Beyond The Tenth, 1969)
Neste livro, Lobsang Rampa diz que o ser humano tem apenas um décimo de sua personalidade iluminada por sua consciência e os outros nove décimos por tudo que é chamado de "subconsciente". Este livro é sobre as capacidades ocultas destes nove décimos da mente.

A Chama Sagrada (Feeding the Flame, 1971)
O Eremita (The Hermit, 1971)
Rampa escreve neste livro a história narrada por um monge cego que conheceu em sua juventude. Este diz ter conhecido os "Jardineiros da Terra", um grupo de extraterrestres que tem como missão espalhar a vida e cuidar das bases sociais pelo universo. Os Jardineiros mostram ao Eremita a formação da vida na Terra.

A Décima Terceira Vela (The Thirteenth Candle, 1972)
Luz de Vela (Candlelight, 1973)
Sol Poente (Twilight, 1975)
Foi Assim! (As It Was, 1976)
A Fé Que Me Guia (I Believe, 1976)
Três Vidas (Three Lives, 1977)
O Sabio do Tibete (Tibetan Sage, 1980)
Estranhas Maquinas Revelam o Passado, o Presente e o Futuro ao Atônito Noviço Lobsang Rampa. o Leitor de o Sábio do Tibete Comungara de sua Perplexidade, Numa Viagem Fascinante, mas Absolutamente Verdadeira.

fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lobsang_Rampa

6 comentários:

  1. Adoro também os livros de Rampa. O Minha Visita a Vênus é lindo. Pode-se adquirir pelo site: www.letrasdeouro.com.br . Muito lindo este seu blog também. Penso igual sobre os livros de Rampa. Creio que tudo o que ele escreveu é verdade, mas a maioria da humanidade não estava preparada para compreender a verdade.

    ResponderExcluir
  2. Estimada jovem, pela 1ª vez em minha vida faço
    saber através de um meio eletrônico o que
    passarei a lhe dizer agora. Há muito tempo atrás
    conheci uma adolescente que compartilhou
    comigo sua incomum história que tanto, os
    apaixonados pelo ocultismo, se felicitariam
    imensamente em vivenciar. Começou me
    dizendo sobre uma voz paradisíaca que, todas
    as noites, conversava com ela lhe instruindo
    preceitos de inestimável valor Moral e Espiritual, e muitas outras coisas chamando-a de
    “Minha Filha”. Hoje sei por experiência própria
    que se tratava de uma comunicação intuitiva
    (de Coração para Coração), entre o bodhisattwa
    (corpo físico) e sua Íntima, particular e Adorável Mãe Divina, sua “ Ísis Interior ”. Na ocasião esta menina estava com os olhos vermelhos de quem havia chorado muito e, sentado ao seu lado, viajávamos para Guaratinguetá.
    Sua Adorável Mãe lhe orientava sobre muitos
    assuntos indicando-lhe ao seu entendimento
    como guardar restrita obediência e sintonia às
    Leis Cósmicas, afim de proporcionar-lhe uma
    vida de verdadeiro crescimento Espiritual, uma
    vida de sabedoria e felicidade. E juntas
    estabeceram um Elo de amizade e aprendizado.
    Foi quando ela fora convidada para um simples
    passeio por um garoto com segunda intenções.
    Sua Ísis Interior interveio antes advertindo-a que seu namoradinho não iria aprovar dita postura e, em sua inocência de menina ela contestou dizendo que não haveria nada de mal. Assim sua Adorável Mãe, lhe advertiu mais uma vez que aquele simples ato tratava-se de uma "traição” e que se ela o fizesse sua Adorável iria embora para nunca mais voltar! E a jovem incauta fora para o seu inconsequente e infeliz passeio de poucos e tristes minutos...Desde então seus olhos vermelhos, retratavam sua tristeza por ter faltado com o Amor para consigo mesma, faltou-lhe a Fidelidade aos seus princípios perdendo o mais precioso de todos os poderes que é o de poder conversar intuitivamente com os DEUSES! O cair de suas
    noites até então haviam se resumido em
    lágrimas de um terrível silêncio!!! Estimada
    Jovem, muito queria Eu poder compartilhar
    contigo, para até mesmo poder indicar como
    fiz para Reencontrar a Minha Adorável Ísis
    Interior ...mas temo já ter excedido o limite deste, assim encerro! Att. marciorussi@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Sou um grande admirador dos livros de Lobsang Rampa. Na década de 70 comprei aos poucos os seus livros e consegui ler todos. Na época já frequentava o Centro de Meditação Budista em Santa teresa no ano de 1976 que paralelamente me ajudou muito no meu desenvolvimento espiritual. Como quis compartilhar os seus ensinamentos doei para uma associação Espírita e que seria de bom proveito para os novos leitores.

    ResponderExcluir
  4. Meu mestre,meu guru,seguir teus passos,teus ensinamentos me causaram sempre grandes conflitos com pessoas que não compartilham com gente de bem,sempre fui criticada,tratada como louca,mas nunca virei as costas para seus esnsinamentos.Amo,e sempre defenderei suas teses e seus livros maravilhoss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde posso encontra os livros do Lobsang Rampa.
      Quero comprar todos.
      Obrigado!!

      Excluir
    2. É normal o que disse.Nao perca a fé.A verdadeira convicção NAQUELES Livros, significa que Você é uma pessoa muito elevada espiritualmente. Cada vírgula dos seus Escritos, É VERDADEIRO.

      Excluir